Mensagens

Share

OBEDIÊNCIA

“E este respondeu: ‘Não quero!’ Mas depois mudou de idéia e foi”. Mateus 21.29 (NVI)

Na parábola dos Dois Filhos, em Mateus 21.28-32, Jesus conta que um homem determinou a um deles que fosse trabalhar na vinha, este disse que ia, mas não foi; o outro disse que não ia, mas foi. Então o Mestre pergunta: qual deles fez a vontade do Pai? É claro que aquele que obedeceu, embora de início tenha se recusado. Atentemos hoje para o fato de que Deus estabeleceu a obediência como um princípio inarredável, que nenhum filho Seu pode deixar de cumprir, sob pena de rebelião deliberada, com suas graves e nefastas consequências. Mas não ajamos como esses filhos: acatemos sem titubear o Seu mando!

0
0

PERFUME

“Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem”. 2 Coríntios 2.15 (ARA)

Nos desfiles triunfais dos conquistadores romanos após uma guerra, os cativos eram exibidos ladeados por sacerdotes carregando incensários que enchiam o ar de agradáveis perfumes simbolizando a alegria, a vitória e a vida para os vencedores, mas que para os perdedores significavam a morte inevitável.  Hoje esta metáfora que Paulo emprega nos mostra que a pregação do Evangelho tem um duplo efeito: para os que o aceitem, é a promessa de um futuro glorioso, é a emanação aromática da vida eterna; para os que o repelem, no entanto, é o agouro da perdição sem fim, é o perfume da morte eterna!

0
0

NUNCA DESPACHADOS VAZIOS

“E realmente, logo que tocou nEle, a hemorragia parou e ela percebeu que estava curada. Ele disse-lhe; ‘Filha, a sua fé fez você ficar boa; vá em paz, curada da sua doença’”. Marcos 5.29,34 (Bíblia Viva)

Aquela mulher, provavelmente após em vão ter buscado tratamento com muitos médicos, ao ouvir falar de Jesus e dos milagres que realizava, como último recurso decidiu procurá-lo, e apesar de que sua doença causava-lhe tanto embaraço, mesmo assim ousou misturar-se à multidão para tocar Suas vestes secretamente, sem coragem para um contato face a face. E não foi por causa de superstição, ou pelo toque no tecido, mas sim pela sua fé, que ela foi curada. Neste dia tenhamos a certeza de que se procurarmos a Jesus com o coração puro e confiarmos nEle, nunca seremos despachados vazios com a nossa dor!

0
0