Textos Mensagens

A EXTRAORDINÁRIA VIRTUDE

“Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei”. 1 Coríntios 13.2 (ARA)

Mesmo que recebamos revelações maravilhosas de Deus, que compreendamos os grandes mistérios divinos, que todos os conhecimentos científicos nos sejam desvendados, que nossa fé seja inexcedível a ponto de nos permitir mudar montanhas de lugar, se esses dons prodigiosos destinarem-se apenas ao nosso benefício, ao invés de serem usados para a edificação de outrem, de nada valem. Tenhamos nesse dia bem claro em nossas mentes e corações: não são os sublimes dons que Deus eventualmente nos concede que nada significam, nós é que nada somos se tivermos apenas os dons, sem a extraordinária virtude do amor!

Share
0
0

NENHUMA LÁGRIMA DESNECESSÁRIA

“… ‘Aba, Pai, tudo te é possível. Afasta de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, mas sim o que tu queres’”. Marcos 14.36  (NVI)

O pavor e a angústia da provação iminente tomavam conta de Jesus com tal dramática intensidade que o divino sangue, misturado ao Seu suor, gotejava sobre a terra. Por que Ele deveria sofrer a esse ponto, pagando por pecados que não cometera, se não havia nenhuma imposição moral para tanto? Nada obrigaria Jesus ao cumprimento de Sua missão, exceto o incompreensível amor por nós e a submissão à vontade do Aba. Muitas vezes não compreendemos, mas hoje de uma coisa podemos ter certeza absoluta: Deus jamais provoca em nós, como não provocou em Jesus, nenhuma lágrima desnecessária sequer!

Share
0
0

AFASTADO DO SENHOR

“Quando alguém for tentado, não diga: ‘Esta tentação vem de Deus.’ Pois Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo não tenta ninguém. Mas as pessoas são tentadas quando são  atraídas e enganadas pelos seus próprios maus desejos”. Tiago 1.13-14 (NTLH)

Enquanto as provações santas nos levam a aperfeiçoar o que temos de melhor, as tentações pecaminosas tendem a fazer aflorar o que há de pior em nós. Que hoje fique claro que Deus nunca é o autor do desejo de transgredir: Ele prova a nossa fé, mas jamais tenta alguém à prática do mal, porque não Se agrada com a iniquidade (Salmo 5.4). O ser humano está sempre procurando se eximir da responsabilidade pelos pecados cometidos, buscando fugir do julgamento, então culpa a Deus, afirma que o pecado é uma doença e acusa a outros, mas a verdade é que o pecado sempre brota de um coração afastado do Senhor!

Share
0
0