Mensagens

Share

Mistério de Amor

“Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus (…) esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo (…). E (…) humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz!”  Filipenses 2.5-8 (NVI)

 

 

Jesus Cristo deseja que Seus discípulos vivam em harmonia e comunhão, deixando de lado quaisquer divergências, todo o orgulho, toda a ambição e a busca de honra pessoal, mantendo os corações cheios de humildade, obediência e dedicados a servir, tentando reproduzir em suas vidas a vida exemplar que Ele viveu. Meditemos hoje sobre o indizível sacrifício voluntário que Jesus fez por nós, abdicando da paz, da serenidade e da glória inefáveis que tinha como divindade, tornando-se homem para nos salvar. Tão sublime mistério de amor jamais entenderemos, e toda a gratidão que manifestarmos será insuficiente!

0
0

Esforço Extremado

“Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos.”  Efésios 2.10 (NVI)

Nenhuma boa obra, ou uma grande quantidade delas, poderiam justificar-nos perante Deus, mas pela Sua graça fomos declarados justos, e como decorrência somos constrangidos a praticá-las, pois as boas obras são consequência e evidência de que estamos com Jesus. Conduzida com perfeita humildade pela lei do amor que Cristo veio trazer ao mundo, que a partir deste dia nossa vida seja pautada por um esforço extremado para expressar gratidão, tudo fazendo pelo próximo, e assim tentando ser minimamente dignos do amor sem limites, incondicional, incompreensível, de Deus por nós!

0
0

Domínio Total

“Ao fim daquele período, eu, Nabucodonosor, levantei os olhos ao céu, e percebi que o meu entendimento tinha voltado. Então louvei o Altíssimo; honrei e glorifiquei aquele que vive para sempre. O seu domínio é um domínio eterno; o seu reino dura de geração em geração.” Daniel 4.34 (NVI)

 

Humilhado por causa de sua soberba e atos blasfemos, Nabucodonosor – o rei mais poderoso da terra no sexto século a.C. – depois de viver com os animais do campo, “… comendo erva como os bois…”, por fim admitiu a soberania de Deus. O Senhor hoje e para sempre quer Seus filhos humildes e obedientes, reconhecendo que o Seu domínio é total, que Ele determina aquilo que escolhe e efetua tudo o que determina, que nada pode frustrar Seus planos de nos fazer crescer espiritualmente, de não nos causar dano, de dar-nos esperança e a vida eterna em Cristo Jesus!

0
0