Início

Share

Planos Perfeitos

“Ele faz com que alguns fiquem pobres e outros, ricos; rebaixa uns e eleva outros.” 1 Samuel 2.7 (NTLH)

 

 

 

Todas as mudanças em nossa vida têm origem no agir do imutável Senhor do Universo: se enriquecemos, é a Sua mão que nos conduziu a esta condição, e devemos louvá-Lo; se empobrecemos, é Ele o controlador de nossa situação, e então devemos glorificá-Lo. Seja qual for a circunstância pela qual hoje passamos, Seu plano para nós é sempre perfeito, completo, abrangente, construído com uma sabedoria que não conseguimos discernir, mas que um dia por certo se tornará claro como a luz do sol. Se hoje somos abaixados pela graça de Deus, significa que um dia seremos exaltados na glória!

0
0

Coração Obediente

“O justo sempre fala o que é certo e sempre dá bons conselhos, porque obedece de coração à Lei do seu Deus. Por isso, seus passos são firmes e certos.”  Salmos 37.30-31 (Bíblia Viva)

 

 

Quando reconhecemos o Senhor como nosso Deus, quando nosso coração se apropria da Sua Lei e ela nos torna livres, ficamos zelosos em obedecer à Sua vontade e em viver de conformidade com os Seus mandamentos, e assim podemos ter a certeza de que nossos caminhos serão retos e planos. Aquele cujo coração é fiel será amparado, apoiado, dirigido durante toda a sua jornada terreal, e por isso fará só o que é correto, o que é sábio, a cada passo que der. Nossa convicção hoje deve ser: a Palavra de Deus jamais guiou alguém por veredas tortuosas, sem saída, enganosas, que não levam à salvação em Cristo Jesus!

0
0

Temor do Senhor

“Como é feliz o homem constante no temor do Senhor!”  Provérbios 28.14 (NVI)

 

 

A base do cristianismo repousa no temor do Senhor, e para este respeito e reverência santos convergem todas as virtudes cristãs autênticas, a genuína fidelidade aos preceitos, ordenanças e mandamentos de Deus e a sabedoria que procede do alto. É o temor do Senhor que nos faz recear o erro de tratar com negligência os deveres cristãos, de cometer pecados, de ter comportamentos condenáveis, de envolver-se com más companhias, de praticar murmuração e de falar futilidades. O temor do Senhor é graça que nos purifica e imuniza contra a corrupção do mundo e garante a verdadeira felicidade!

0
0