Graça Infinda Tag

Um Copo de Água Fria

“E se alguém der mesmo que seja apenas um copo de água fria a um destes pequeninos, porque ele é meu discípulo, eu lhes asseguro que não perderá a sua recompensa”. Mateus 10.42 (NVI)

 

Jesus não nos recompensa pelos méritos das obras que façamos, mas sim de conformidade com as riquezas da Sua graça infinda. O ato de darmos apenas um copo de água fria a quem tem sede parece insignificante, mas o Senhor ressalta a beleza que existe nas coisas mais simples e humildes que realizamos de coração, quando o fazemos para um dos menores de Seus seguidores, e então nos galardoa. Hoje, enquanto damos apenas um copo de água fria a um de Seus discípulos, Ele com liberalidade nos dá de beber das fontes da água da vida e nos acolhe em Seus braços como um de Seus pequeninos!

Share
0
0

Consolação

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação!”  2 Coríntios 1.3 (ARA)

Toda consolação vem de Deus, que nos concede Suas bênçãos na qualidade de Pai de Sua família redimida, pela ação vivificante do Espírito Santo e pelas ricas misericórdias de Sua graça infinda. Como filhos Seus somos exortados a nos dirigir diretamente ao trono da graça em tempo de necessidade, por isso se hoje estivermos precisando reparar um coração partido, curar feridas dolorosas, acalentar esperança em meio a graves aflições, busquemos confiantes os favores que Deus nos outorga, lembrando que Ele fará isto não somente para nos alegrar, mas principalmente para que possamos ser úteis ao próximo.

Share
0
0

De Estrangeiros a Filhos

“… No lugar onde se dizia a eles: ‘Vocês não são meu povo’, eles serão chamados ‘filhos do Deus vivo’.”  Oseias 1.10 (NVI)

Um dia muitos de nós fomos como estrangeiros que Deus transformou em filhos, por isso hoje elevemos nossas mãos e corações unidos em perpétuo louvor ao Seu maravilhoso nome! Se éramos tão ímpios que sequer imaginávamos a possibilidade de ser guindados à condição indizível de membros da Sua família, Seu amor incompreensível assim nos facultou; se as trevas que nos envolviam eram tão densas que nenhuma luz percebíamos, a Sua glória revelada as dissipou; se não havia futuro para nós além da morte eterna, Sua graça infinda nos resgatou. Aleluia!

Share
0
0