Compaixão Tag

Amar e Perdoar

“Amai, porém, os vossos inimigos, fazei o bem e emprestai, sem esperar nenhuma paga; será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo. Pois ele é benigno até para com os ingratos e maus.” Lucas 6.35 (ARA)

A Palavra de Deus afirma que existe uma relação estreita e inextricável entre amor, compaixão e perdão, e Jesus nos ensina que a marca distintiva que nos identifica como filhos de Deus é a disposição de amar e perdoar os nossos inimigos, o que, ademais, garante a saúde da nossa alma. No dia de hoje estejamos certos de que – mesmo que se em momentos extremos amar e perdoar nos pareça estar além de nossa capacidade humana – em Cristo, no Calvário, onde Ele perdoou o que era imperdoável, encontraremos a condição necessária e suficiente para perdoarmos as ofensas que nos foram causadas.

Share
0
0

Quem Pode Julgar?

“Portanto, não julguem nada antes da hora devida; esperem até que o Senhor venha. Ele trará à luz o que está oculto nas trevas e manifestará as intenções dos corações. Nessa ocasião, cada um receberá de Deus a sua aprovação.” 1 Coríntios 4.5 (NVI)

Como filhos e filhas de Deus devemos hoje e sempre ser aqueles que mais evitam julgar as pessoas, pois compreendemos que é necessário seguir Jesus em Seu ministério de compaixão, para então podermos almejar a condição de sermos perfeitos e misericordiosos como perfeito e misericordioso é nosso Pai celeste. Que presunção absurda seria a de pretendermos tomar o lugar de Deus como juiz, sendo tão desprovidos de autoridade e de conhecimento para fazê-lo! Quem de nós pode conhecer as reais motivações que levam as pessoas a tomar as atitudes que tomam?

Share
0
0