Mensagens

Share

Maravilhas do Reino Vindouro

“Naquele dia, se dirá: Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o Senhor, a quem aguardávamos; na sua salvação exultaremos e nos alegraremos. Isaías 25.9 (ARA)

Mais de 700 anos antes de Cristo o profeta já se referia às maravilhas que aguardam o povo de Deus no Reino vindouro, mas suas palavras poderiam perfeitamente ser proferidas agora. E não houve espera vã, a Sua misericórdia enfim veio, acompanhada de abundantes recompensas, e nós aguardamos a continuidade da Sua salvação, certos de que concluirá Sua obra perfeita, no Seu tempo perfeito. Por esse motivo, tal como aconteceu nos dias de Isaias com o Seu povo, hoje nossos corações se enchem de alegria com a inefável promessa feita pelo Senhor por intermédio do Seu servo e porta-voz!

0
0

Tudo o que Necessitamos

“Pois quem tem receberá mais, para que tenha mais ainda. Mas quem não tem, até o pouco que tem lhe será tirado.” Mateus 13.12 (NTLH)

Hoje avaliemos nosso cristianismo: será que apenas professamos muitas coisas mas pouco possuimos no coração? Se for este o caso, se é tudo o que temos, é preciso que estejamos cientes de que o que professamos por certo nos será retirado. É bom saber, conhecer muito, porém amar muito é incomparavelmente melhor; é bom ter várias habilidades para servir a Deus, todavia é muito melhor possuir abundância de fé; é bom ser proprietário de bens materiais em quantidade, mas contar com o transbordamento da graça de Deus é tudo o que necessitamos.

0
0

Seu Povo

“Deus, o Senhor, pela honra do seu nome, prometeu que não vai abandoná-los, pois resolveu fazer com que vocês sejam o povo dele.” 1 Samuel 12.22 (NTLH)

Este dia por certo ficará mais iluminado e colorido aos nossos olhos com esta magnífica promessa de Deus a nós, Seu povo. E a Sua escolha para sermos Seu povo é razão suficiente para que Ele permaneça ao nosso lado e não nos abandone, e repreensões justas que eventualmente nos sobrevenham não devem diminuir nossa esperança em Sua misericórdia infinda. Ele nos escolheu por causa do amor incompreensível que consagra a seres tão desprovidos de merecimento, nos ama porque nos escolheu, e jamais desampararia aqueles por quem derramou Seu precioso sangue na cruz do Calvário.

0
0