Domínio Próprio

Confiança e Submissão

“Cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo. Pelo contrário, encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama ‘hoje’, de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado…” Hebreus 3.12-13 (NVI)

Na passagem do Livro de Números 20.1-13, Deus ordena a Moisés que fale com a rocha para que dela brote água, mas em sua irritação com o povo, Moisés, ao invés de falar com a pedra, bate nela. A água jorra em profusão, mas o ato de desobediência custou caro ao profeta: ele foi impedido de entrar na terra prometida. Deus não tolera a desobediência e a desconfiança, sendo assim, enquanto temos oportunidade, antes que se finde este dia e nosso “hoje” passe para sempre e percamos as bênçãos a nós reservadas, tributemos a Ele a confiança e a submissão que Lhe é devida.

Share
0
0

Serenos

“… na tranquilidade e na confiança, a vossa força…” Isaias 30.15 (ARA)

Deus nos exorta a ficarmos serenos, pois só assim poderemos estar em plena comunhão com Ele, recebendo bênçãos, proteção e direção. Embora nossa situação pareça insustentável, nada teremos a ganhar se ficarmos inquietos, aflitos, inseguros e não confiarmos nEle. Seja o nosso louvor hoje como o de Habacuque 3.17-19: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação”.

Share
0
0

Humildade

“Não façam nada por interesse pessoal ou por desejos tolos de receber elogios; mas sejam humildes e considerem os outros superiores a vocês mesmos.” Filipenses 2.3 (NTLH)

Por muito que saibamos, nosso conhecimento é ínfimo em relação a tudo o que se conhece, somos também absolutamente imperfeitos, e nossa vida nunca poderá ser comparada à vida sem mácula de Jesus. Assim, no dia de hoje exercitemo-nos na humildade, pois Jesus em Lucas 14.11 afirmou que “… todo o que se exalta será humilhado; e o que se humilha será exaltado”. O orgulho pessoal produz competitividade e desunião, enquanto que a humildade coloca em primeiro lugar os interesses e as necessidades alheias, gerando um clima de amor fraternal e harmonia que agrada a Deus.

Share
1
0