outubro 2019

CONFIANÇA E OBEDIÊNCIA

“Assim, como diz o Espírito Santo: “Hoje, se vocês ouvirem a sua voz, não endureçam o coração, como na rebelião, durante o tempo de provação no deserto…”. Hebreus 3.7-8 (NVI)

As passagens bíblicas contidas em Êxodo 17.1-7 e Números 20.1-13, relatam que os israelitas rebelaram-se contra Deus durante a peregrinação no deserto, e por isso muitos deles, inclusive Moisés, morreram sem entrar na terra prometida. Da mesma forma como procedeu com os hebreus naquele episódio, quando ofereceu as bênçãos de Canaã, Deus hoje nos oferece a graça de vivermos uma vida sob o Seu soberano controle e provisão, e a Vida Eterna no mundo por vir. Mas há uma condição: essa dádiva deve ser aceita agora, e expressa pela confiança total em Suas promessas e pela obediência fiel à Sua Palavra!

Share
0
0

INVESTIMENTO EM OBRAS

“Ele dará vida eterna aos que, persistindo em fazer o bem, buscam glória, honra e imortalidade. Mas haverá ira e indignação para os que são egoístas, que rejeitam a verdade e seguem a injustiça”. Romanos 2.7-8 (NVI)

Lembremos nesse dia de que a recompensa de Deus a cada um de nós será dada de acordo com nossas obras, e Ele nos julgará com a justiça que só Ele é capaz de exercer, que não se pode comparar com a muitas vezes injusta, cega, surda e muda justiça humana, porque “a tua justiça é justiça eterna, e a tua lei é a própria verdade”, como ressalta o salmista no Salmo 119.142 (ARA). Aquele que possui um coração duro, contumaz no pecado e obstinado no mal, armazena para si próprio a ira de Deus para o dia do julgamento, e esse é o investimento em obras mais nefasto que alguém poderia fazer!

Share
0
0

SUPREMO MÉDICO

“Jesus respondeu: — Os que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes”. Lucas 5.31 (NTLH)

A finalidade última da vinda do supremo médico Jesus Cristo é nos curar a todos. Afinal, quem de nós poderia, em sã consciência, perante o perfeito Filho de Deus, considerar-se são, justo, sem pecado?  Nessa passagem mais uma vez o Senhor foi objeto da crítica injusta dos fariseus, mas em nós não há nada que nos recomende como seres saudáveis espiritualmente, por isso hoje reconheçamos nossa total pecaminosidade, que nos coloca na condição de enfermos, carentes do amor e da cura de Cristo, e contritos, porém jubilosos, agradeçamos Seu amparo precioso que nos mantém no caminho que a Ele conduz!

Share
0
0