O Propósito Eterno de Deus

Nossas vidas lembram os vôos dos pássaros em migração. Singrando os ares, ora planam tranqüilos, sem esforço, soprados pela brisa suave, com as asas abertas para sustentar-se nas correntes de ar quente; em outros momentos, o vento sopra áspero em sentido contrário ao do destino pretendido, a borrasca é violenta, desafiante, exige muitas batidas de asas, as energias rapidamente se esgotam, parece que não há como resistir às forças contrárias. Será que elas sabem para onde estão indo? Quando os ventos sopram favoravelmente, pode-se concluir que tudo está bem com eles? E quando enfrentam a tempestade, as coisas estão mal paradas? Estariam eles em sua condição ideal de vida quando o céu é de brigadeiro, e o sol aquece gentilmente suas penas? Ou estes momentos de calmaria são enganosos, não acrescentam os indispensáveis condicionamento físico, experiência e conhecimentos, servindo apenas de repouso para que se reabasteçam de energia para enfrentar os trechos mais árduos das viagens? Somos obrigados a reconhecer que, ao enfrentar as tempestades do caminho, a luta necessária produz maior capacidade de superação de obstáculos, músculos mais fortes, pele mais grossa, valorização dos momentos de paz e tranqüilidade, tanto para os pássaros quanto para nós em nossa jornada terreal.

Mas ao contrário dos pássaros migradores, nós singramos os ares da vida muitas vezes sem saber para onde vamos. Outra diferença crucial entre as aves migratórias e nós cristãos é que – enquanto elas migram anualmente fugindo do inverno rumo ao calor do verão – nossa vida constitui-se em permanente migração, que se inicia quando nascemos em Cristo, e que só atingirá seu destino quando passarmos a viver ao Seu lado na Nova Jerusalém celestial. Deus também criou cada uma das aves migratórias com dispositivos direcionais extraordinariamente eficientes que permitem que em cada momento – seja tranqüilo ou tempestuoso, onde quer que esteja – saiba perfeitamente para onde está indo. Muitos de nós, em contrapartida, vivemos sem saber que fomos criados com uma finalidade excelsa, sem discernir que há um Propósito Eterno de Deus por trás da nossa existência.  Alheios ao objetivo fundamental de Deus para nossas vidas, e amparados em textos como os de João 3.16, 1 Timóteo 2.3-4 e 2 Pedro 3.9, muitos crentes tendem a enfocar a Bíblia por um viés antropocêntrico, crendo, equivocadamente, que nossa meta última como cristãos é a salvação.

A obra redentora de Cristo Jesus é tão extraordinária, tão maravilhosa, tão formidável, que sua tremenda dimensão pode nos dar a impressão de que representa o propósito de Deus integral e completo. No entanto, precisamos atentar na profundidade das palavras de Paulo em Romanos 8.28-29, quando diz que “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.” O apóstolo, portanto, entendia que a redenção não era o propósito último e eterno de Deus, mas sim a criação de Sua família eterna, e que a obra que realizava não podia ter como alvo somente a redenção do homem, mas devia ir além, apresentando este homem ao Pai, totalmente restaurado à imagem de Cristo, como ele mesmo aponta em Colossenses 1.28: “… a fim de que apresentemos todo homem perfeito em Cristo”.

Portanto, o Propósito Eterno de Deus é constituir uma família composta de muitos filhos semelhantes a Jesus. Uma família, porque o propósito de Deus requer unidade; muitos filhos, porque Deus quer compartir Suas graças em quantidade; semelhantes a Jesus, porque Ele é o nosso modelo, alvo e referência perfeita de vida, e porque tudo em Deus tem qualidade. Desta forma, Seu propósito eterno, em nós internalizado, deverá balizar nossas vidas, nossos ministérios, nossas atitudes e nossos pensamentos, pois não há outra maneira de cooperar com a obra do Senhor que não seja conhecendo e assumindo a Sua vontade soberana como o nosso propósito também. Por essa razão, o Propósito Eterno de Deus torna-se para nós um chamado, uma vocação, como Paulo exorta em 2 Timóteo 1.8-9,  “… participa comigo dos sofrimentos, a favor do evangelho, segundo o poder de Deus,  que nos salvou e nos chamou com santa vocação…”.

Deus, Amado Pai que por Teu beneplácito e graça nos chamaste para Ti, para sermos cooperadores de Tua Obra magnífica, faz-nos dignos de tal privilégio, de tal vocação bendita que em Cristo Jesus nos outorgaste para a Tua honra e para Tua glória, eternamente. Amém.

Share

Sobre Nanny & Winston

Este Blog é mantido por Nanny e Winston, e nasceu da vontade de compartilhar os devocionais preparados para fornecer contribuição às reflexões feitas nos encontros familiares da igreja. O que antes era enviado por e-mail, hoje fica organizado e guardado para acessar a qualquer tempo e por qualquer pessoa interessada, não só permitindo, mas principalmente almejando a participação de todos. Nosso único objetivo é alcançar pessoas com a mensagem do Evangelho, como instrumentos nas mãos do Deus Todo-Poderoso, na pessoa maravilhosa de Jesus Cristo. Graça e Paz! Nanny+Winston.
Esta entrada foi publicada em Conhecer a Deus, Cristianismo, Devocionais, Estudos Bíblicos, Existência Humana, Graça, Meditações, Palavra de Deus, Pregação, Religião, Segurança do Cristão. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

8 respostas a O Propósito Eterno de Deus

  1. Celestina S. Torres disse:

    Obrigada pelas mensagens que muito enriquece minha vida espiritual.
    Aproveito p/ transmitir um forte abraço pela passagem de seu aniversário.
    Parabéns e que DEUS o abençoe.
    Celestina

  2. Lia Ester Taporosky disse:

    Meu amor!
    Amei esta mensagem e fico muito feliz por você levar muito a sério este trabalho de evangelização, edificação e também algumas vêzes de admoestação, sempre com amor e sensibilidade que você sabe tão bem demonstrar em suas palavras inspiradas pelo amado Espírito Santo. Parabéns, meu amado, pelo maravilhoso ministério que Deus concedeu a você e também por esta data tão especial, que é o seu aniversário, quando celebramos o brilho de sua existência. Te amo de todo o meu coração. Sua esposa Nanny.

    • Winston disse:

      Minha amada,
      Você frequentemente diz coisas a meu respeito que certamente não mereço, mas que expressa movida pelo amor que nos une, e que vem do alto. Sei também que seu enorme coração fala sempre de coração a coração, e isto me deixa muito feliz. Mas, acima de tudo, sei que Deus nos uniu e chamou para este ministério, e que você tem uma participação muito maior do que imagina em tudo o que consigo registrar. Obrigado por tudo.
      TE AMO!

  3. wagner disse:

    Maravilhosa mensagem,Deus realmente quer realizar sua obra através do homem;Como disseste é realmente um privilégio,graça participar desta obra.Amado que o SENHOR continue a te abençoar juntamente com Nanny neste trabalho e aproveito para desejar um feliz natalicio,parabens.
    Abraço fraterno

    • Nanny & Winston disse:

      Querido irmão Wagner,
      Muito obrigado por sua amizade tão preciosa, pela sua bondade em sempre nos dirigir palavras tão estimulantes. Mas sabemos que nada é nosso, que tudo provém do Pai, a quem devemos prestar toda a honra e toda a glória!

  4. Liliana Ribas disse:

    Que linda mensagem!
    Que Deus continue inspirando estas reflexões para atingirmos o alvo!
    Abraço ao casal querido!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>